All for Joomla All for Webmasters
Este edifício é capaz de purificar o ar de Berlim - Revista Fundações
14394
single,single-post,postid-14394,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,qode-theme-ver-2.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Este edifício é capaz de purificar o ar de Berlim

09:10 21 setembro in Matérias, Site
O primeiro projeto residencial de Daniel Libeskind em Berlim é um espetacular edifício que literalmente purifica o ar.
predio

Este texto é do site da Engenharia É. A reprodução dele neste site faz parte do clipping diário da editora Rudder.

O primeiro projeto residencial de Daniel Libeskind em Berlim é um espetacular edifício que literalmente purifica o ar. O sapphire está revestido de ladrilhos de gesso geométrico com uma camada de dióxido de titânio que quebra a sujeira quando exposto aos raios UV do sol.

 A equipe de Libeskind fez algumas das janelas fixadas para se adaptarem à forma irregular do volume, enquanto as operáveis estão em conformidade com uma dimensão padrão. Enquanto os andares superiores possuem unidades comerciais e o piso térreo do prédio, um estacionamento subterrâneo e área exterior comum.

A fachada notável é revestida em 3.600 casalgrande padana, 500 dos quais são de tamanho padrão enquanto as outras 3.100 telhas foram feitas sob medida. Cada telha é especificamente posicionada para caber na visão do arquiteto, e a instalação dos ladrilhos demorou quatro meses para ser concluída. O revestimento de dióxido de titânio, produzido pela TOTO, permite que a fachada se limpe o ar quando exposto à luz natural.

 

Editora Rudder

redacao@revistafundacoes.com.br