All for Joomla All for Webmasters
Lajes protendidas suportam vãos maiores entre os apoios e reduzem o peso da estrutura - Revista Fundações
14387
single,single-post,postid-14387,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,qode-theme-ver-2.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Lajes protendidas suportam vãos maiores entre os apoios e reduzem o peso da estrutura

11:20 19 setembro in Matérias, Site
As lajes protendidas são usadas em obras com grandes vãos livres entre os apoios, como centros de distribuição, shopping centers etc. Entretanto, nada impede seu emprego em qualquer tipo de obra.
lajes

Este texto é do site da Engenharia É. A reprodução dele neste site faz parte do clipping diário da editora Rudder.

Lajes protendidas, também apelidadas de armaduras ativas, são aquelas em que o aço passa pelo processo de protensão. Comparadas às lajes tradicionais, são mais bonitas e suportam vãos maiores entre os apoios.

De acordo com o portal AECweb, a técnica de protensão alonga os cabos e cordoalhas da armadura por meio de uma ação externa com macacos hidráulicos, por exemplo, e garante esforços de tração permanentes ao aço e também maior compressão ao concreto.

As lajes protendidas são usadas em obras com grandes vãos livres entre os apoios, como centros de distribuição, shopping centers etc. Entretanto, nada impede seu emprego em qualquer tipo de obra.

Por conseguir vencer vãos maiores do que o concreto armado convencional com uma menor espessura, a laje protendida também reduz o próprio peso da estrutura. Além do mais, a solução apresenta maior durabilidade, por ser feita de um concreto que fica permanentemente comprimido, praticamente não tem fissuras.

Para tanto, a execução da laje protendida exige muito cuidado, como por exemplo mais monitoramento nas diversas fases da sua execução. Também são necessários equipamentos especiais e mão de obra qualificada, o que pode tornar a solução mais cara do que as lajes tradicionais.

A concretagem da laje protendida é semelhante à de estruturas tradicionais. O que muda no entanto são os preparativos para a execução da protensão, que podem ser feitos por meio de dois métodos. Vamos alistar abaixo:

No primeiro método, os aços são posicionados em uma bancada e recebem a tração nos cabos antes do posicionamento do concreto. Ao serem envolvidos por concreto, são retirados das bancadas para proporcionar tração ao concreto por fricção ao longo de todo o cabo.

Agora no segundo método, consiste em concretar a peça com bainhas internas, que servem de dutos para a passagem do aço. Logo depois que o concreto ganhar certa resistência (definida em cada projeto), realiza-se assim a protensão com auxílio de ancoragens e macacos hidráulicos.

Agora em sem falando de resistência à compressão do concreto utilizado no que configura laje protendida, ela supera 30 e 35 MPa. Para tanto, o cálculo varia de acordo com o vão e o carregamento em que estrutura estará submetida.

Editora Rudder

redacao@revistafundacoes.com.br