All for Joomla All for Webmasters
Edições
Iniciadas obras complementares do corredor metropolitano de Hortolândia - Revista Fundações
15121
single,single-post,postid-15121,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,smooth_scroll,,qode-theme-ver-2.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Iniciadas obras complementares do corredor metropolitano de Hortolândia

08:00 15 março in Matérias, Site
Governo do Estado também entregou mais 5 km do Corredor Biléo Soares e Estações de Transferência, beneficiando 35 mil usuários
Obras em Hortolândia

Esta matéria é do Governo do Estado de São Paulo. A reprodução dela neste site faz parte do clipping da editora Rudder.

A população de Hortolândia e região recebeu na segunda-feira (12), o anúncio das obras do Corredor Metropolitano Biléo Soares e da construção do Viaduto Jean Nicolini, em Nova Odessa. Nesta etapa, também foram entregues 5 km de faixa exclusiva entre os municípios de Americana e Santa Bárbara D´Oeste, Estações de Transferência, além de cinco paradas que fazem parte do trecho do corredor entre os municípios de Nova Odessa, Americana e Santa Bárbara D’Oeste.

“É uma substituição a todo o trânsito que nós temos hoje na rodovia Anhanguera. Por aqui vão circular os ônibus com qualidade de atendimento à população. Vai dar movimento e integração para essas cidades, vai fazer a região ter acesso a Campinas com mais fluência e segurança”, comentou o prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini.

O governador Geraldo Alckmin esteve presente na cidade e comentou sobre as vantagens das obras que vão beneficiar cerca de 35 mil usuários por dia. “Nós vamos ter aqui duas estações de transferência, cinco estações de embarque e desembarque e vamos ter 2,3 km de anel viário. Até julho entregamos a interligação e a funcionalidade da ponte, e, até dezembro, entregamos a chegada à rodovia SP-101”, explicou o governador.

É por meio do Corredor Metropolitano Biléo Soares, que a Secretaria de Transportes Metropolitanos organiza o transporte público entre as cidades da região de Campinas. Com as obras, a população terá facilidade nos deslocamentos e mais segurança.

“As obras da retomada do corredor de Hortolândia e o trecho da ponte até a rodovia SP-101 vão ter investimento de R$ 52,8 milhões. É o Governo de São Paulo trabalhando para mobilidade”, ressaltou o secretário de Estado de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni.

O corredor também contará com estrutura para o acesso às pessoas com deficiência, por meio de dispositivos que facilitam a mobilidade desses passageiros. Além disso, o novo sistema permite a melhoria das condições ambientais, com a redistribuição das linhas e frota adequada em circulação, o que contribui para redução da poluição ambiental.

Editora Rudder

redacao@revistafundacoes.com.br